Notícia na Tela

Bebê morreu espancado pelos pais e não por queda de carro, diz polícia

Por Notícia na Tela
2 de dezembro de 2016 20:03 Comentários
Foto: Reprodução/G1
O bebê Pedro Silva Carneiro, de 9 meses, foi morto espancado pelos pais e não por ter caído de um carro em movimento, conforme versão apresentada pelos genitores.
De acordo com a Polícia Civil, após a exumação do corpo da criança e reconstituição do caso, a perícia constatou que o menino tinha fraturas na face e na cabeça, com a mandíbula e os dentes quebrados.
A nova versão dos investigadores foi apresentada durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira (2). A polícia não sabe dizer se as agressões que mataram o bebê foram iniciadas pela mãe, Erisangela Santos Silva, ou pelo pai, Jorge Mendes Carneiro Junior. Os dois serão indiciados por homicidio duplamente qualificado, por motivo fútil e pela impossibilidade de defesa da vítima.
"O resultado da exumação constatou que ele sofreu agressão que causou fratura na lateral direita da mandíbula e teve até quebra de dentes. Isso foi resultado de um chute ou murro na boca, provavelmente. Além disso, também foram constatadas fraturas em três ossos do crânio. E tudo isso é incompatível com a queda narrada por eles (os pais). A ação dolosa ficou evidenciada com o resultado da exumação na face", disse ao G1, o delegado Júlio César Telles, que é responsável pelo caso.