Notícia na Tela

Corte de Pedra: Há anos família convive com esgoto a céu aberto no fundo da residência

Por Notícia na Tela
10 de outubro de 2017 06:00 Comentários
Fotos: Ananias Pereira
Todo cidadão tem direito à saúde pública de qualidade garantido pela constituição, muito embora tudo não passa de uma utopia como é a execução das Leis brasileira. Nos últimos anos, parece comum o próprio poder público violar as leis que garante a sociedade o mínimo de dignidade, ou deveria garantir. 
Como entender o que fez a prefeitura de Presidente Tancredo Neves, quando canalizou o esgoto na Rua do campo para passar no fundo da casa de um senhor que mora às margens da estrada velha?
Uma família tem convivido com o desrespeito de uma obra realizada pela prefeitura, que destinou todo esgoto de uma parte do loteamento Próspero Cardoso, em Corte de Pedra, para que fosse despejado no popular Rio do fato. Além de cometer crime ambiental, a obra ainda foi destinada pelo fundo do campo de futebol da comunidade, por onde passava um riacho, e chegando aos fundos da casa de um cidadão que tem reclamado muito dos odores e os insetos, uma vez que o esgoto nunca foi canalizado, é a céu aberto. 
Não cabe qualquer responsabilidade pela realização da obra à atual gestão, tendo em vista que, foi uma obra da gestão do ex prefeito “Quinha”. No entanto, a família precisa que providências sejam adotadas com urgência, vale ressaltar que estamos diante de um caso de saúde pública.  
Em uma outra rua, no loteamento Barreto, também existe o mesmo problema, mais precisamente no fundo da quadra de Alísio (Espaço Boa Vista), este, por sua vez, é despejo da rua Miguel Calmon, o esgoto passa a céu aberto  em menos de dois metros de uma residência.
Para resolver todos os transtornos inicialmente e a grosso modo basta canalizar. Notícia na Tela.