Notícia na Tela

Rui Costa endurece discurso contra Rede Bahia e promete entrar com representação no TRE

Por Notícia na Tela
31 de março de 2018 12:18 Comentários
O governador Rui Costa endureceu o discurso contra a cobertura jornalística da Rede Bahia, emissora filiada a Rede Globo e afirmou que vai entrar com uma representação junto ao Tribunal Regional Eleitoral contra a empresa.  O discurso ocorreu neste sábado , durante a ordem de serviço para a construção de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) no bairro do Imbuí, na comunidade do Bate Facho.
 A justifica do chefe de Executivo estadual é que a emissora, que pertence à família Magalhães, do prefeito ACM Neto, usa dois pesos e duas medidas ao pautar as coberturas de obras estaduais e municipais. Segundo Rui Costa, a Rede Bahia “nunca cobriu uma ordem de serviço” e quando a equipe de comunicação do Governo a questionou, a reposta foi que o grupo só cobre inauguração. O governador indagou, no entanto, o fato de a emissora cobrir a ordem de serviço do BRT, o qual Rui chamou de “viaduto do Itaigara”. 
Para Rui, o fato tem cunho político, devido ao ano eleitoral. “...a Clinica de Escada, todas nossas avenidas que nós temos, a TV não estava. Ao cobrar eles diziam é norma da Globo não cobrir ordem de serviço, a gente só cobre inauguração. Engraçado foi que na sexta eu vi uma ampla cobertura da construção de um viaduto no Itaigara da Ordem de serviço. Eu vou mandar meus advogados procurarem, inclusive saber no TRE se a norma da Globo mudou porque nós estamos há seis meses das eleições”, disse.  
“Vou pedir aos advogados  procurarem ver e representar no TRE, porque isso pode ser abuso do poder econômico a favor de quem é dono da televisão. Mudou a rega da Globo?”, questionou o governador. O petista também citou alguns exemplos durante o discurso veementemente crítico na manhã deste sábado.

“Antes, não cobria uma ordem de serviço do estado,  nem em [Vitória da ] Conquista que tem televisão, onde eu dei ordem de serviço e inaugurei a UPA. Nem em Itabuna onde eu construir a barragem que se espera a 100 anos. Não foi cobrir. A Ponte de Ilhéus que se espera a 50 anos, iniciamos a construção e aTV não foi cobrir. Em Juazeiro a construção da unidade de oncologia e quinta-feira agora estou em Juazeiro para a iniciar a construção da Policlínica regional de Juazeiro. Na sexta vou estar em Conquista para dar a ordem de serviço, então eu vou pedir aos advogados que já que mudou a regra da Globo, eu quero ter a companhia da TV na quinta em Juazeiro cobrindo minha ordem de serviço. Quero ter na sexta a companhia da TV na policlínica de Vitória da Conquista. Eu quero ter no sábado para dar a ordem de serviço na unidade básica de San Martins. Se a TV é de concessão pública não pode discriminar quem nasceu na Liberdade em favor do dono da televisão, porque isso é crime eleitoral. Nós vamos fazer a representação da justiça eleitoral dessa mudança de padrão e comportamento”, prometeu o governador. 
BNews