Notícia na Tela

Pres. Tan. Neves: Bloqueio, disparos feito pela PM e carro oficial incendiado na BR 101

Por Notícia na Tela
23 de maio de 2018 18:31 Comentários
A paralisação feita e coordenada pelos trabalhadores do transporte alternativo, em Presidente Tancredo Neves e Região, chega ao segundo dia consecutivo e demanda um terceiro; há indícios de que, nesta quinta-feira, a interdição prossiga ao menos no território tancredense. 
Nesta quarta-feira, enquanto um grupo de pessoas queimava pneus, galhos, e entulho na BR 101, ação  repetida ao longo de vários trecho da Rodovia, passou no local uma guarnição da Polícia Militar da Bahia, pertencente a 70ª CIPM de Ilhéus, inscrita sob o número de identificação  9.7004, placa policial PKJ 9893, licenciada em Salvador, quando, abusando do poder  e da autoridade, um dos policiais deflagrou contra um integrante do movimento pelo fato de estar filmando a viatura. 
As imagens que circulam nas redes sociais e sites, portais e blog de notícias mostram nitidamente que não houve qualquer razão para a reação do policial, um completo abuso de poder.
O Jovem atingido pela PM foi socorrido ao hospital e passa bem. Ele gravou um vídeo assegurando seu bom estado de saúde, narrando o fato e falando da sua indignação para com a ação policial. Veja o vídeo:
Durante os dois dias de paralisação, a redação do Notícia na Tela, esteve no local para acompanhar qual o método e critério utilizado. Apenas veículos de grande porte, carga, ficavam no bloqueios. Já os alternativos, emergenciais, carga viva, carros pequenos e motocicletas eram liberados em um coordenado cronograma e, para viaturas e ambulâncias, o acesso sempre foi garantido. 
Após a irresponsabilidade do agente de segurança pública, lotado na brilhosa e honrada Polícia Militar, foi registrado o primeiro ato de ataque ao órgão público, assim os manifestantes incendiaram uma caminhonete que prestava serviço ao governo do Estado.
A luta é unanime em todo País, o preço do combustível, que afeta integralmente toda economia do brasileiro, não há inflação que justifique a ação do Governo Federal todos os dias autorizar uma elevação de preços na gasolina, óleo diesel e gás; só no mês de Maio já foram 22 aumentos consecutivos.
Os problemas só tende a aumentar, porque a única categoria capaz de, literalmente, parar o País, foi quem começou a manifestação, os caminhoneiros, responsáveis pelo abastecimento e escoamento do produto, do giro de capital, pela alimentação, enfim, eles quem transportam e fazem girar a economia, estão mobilizando e parando em estado de greve.
 Notícia na Tela
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br