Notícia na Tela

Rui convoca municípios a fazerem parte da ‘corrente do bem’ na saúde

Por Notícia na Tela
19 de setembro de 2018 09:31 Comentários
O Mutirão de Cirurgias, lançado nesta segunda-feira (15), em Salvador, durante evento com a participação de prefeitos o secretários municipais de Saúde, é o destaque do Digaí, governador! “Você, que é secretário ou secretária da Saúde, [você], que faz parte da equipe de Saúde dos municípios, vamos fazer uma corrente do bem. Esta não é uma ação apenas do Governo do Estado. É uma ação que envolverá todos os municípios da Bahia”, afirma Rui Costa ao falar da cerimônia que teve a presença da primeira-dama do Estado, Aline Peixoto.
Além do Mutirão de Cirurgias, que faz parte do programa Saúde sem Fronteiras, o governador fala no programa de rádio de outras ações previstas para esta semana: assinatura da ordem de serviço para obra em mais encostas de Salvador; entregas no município de Serrinha – incluindo a inauguração do Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep); e entregas, em Macaúbas, especialmente para o segmento da agricultura familiar.

Ações de Saúde
Ao enfatizar o lançamento do Mutirão de Cirurgias, Rui diz que “nós vamos, ao longo de 12 meses, realizar no mínimo 13 mil cirurgias”. De acordo com ele, o objetivo é fazer parceria com todos os municípios da Bahia. “[…] Nós iremos fazer cirurgias nos hospitais da rede estadual e nos hospitais dos municípios. Iremos começar [pelos] municípios de Ilhéus, Ipiaú, Jequié e Jaguaquara”. O governador explica que, em seguida, as cirurgias serão realizadas nos municípios com maior número de cadastramento, que já foi iniciado.
Dirigindo-se à população, ele informa que a pessoa pode se cadastrar no site da Secretaria da Saúde do Estado (www.saude.ba.gov.br). “Mas o ideal é que a pessoa procure a Secretaria Municipal da Saúde. Por quê? Esse programa é para quem já tem diagnóstico e recomendação médica para fazer a cirurgia. Portanto, a Secretaria de Saúde do seu município saberá dar o encaminhamento mais adequado ao seu caso”.
Ainda no programa, Rui enfatiza que “pretendemos, no período máximo de 12 meses, zerar a fila desses procedimentos na Bahia. Nós estaremos cuidando com mais carinho e mais atenção da nossa gente, e também evitando que problemas se tornem mais complicados no futuro”. Segundo ele, nessas cirurgias – de vesícula, câncer de próstata, hérnia, útero, miomas e câncer de mama – será utilizada a tecnologia de vídeo. “O procedimento é mais seguro e a recuperação do paciente mais rápida”, destaca.

Investimento
Com investimento de R$ 30 milhões, que pode crescer, a depender do número de cirurgias, “o governo do Estado tomou a seguinte decisão: vamos pagar 50% a mais do que o SUS [Sistema Único de Saúde] já paga por esses procedimentos. O objetivo é estimular que as equipes médicas se empenhem para que nós tenhamos rapidamente a meta superada”.
Rui cita ainda no Digaí, Governador! que o Mutirão de Cirurgias disponibiliza duas carretas para “se somar à estrutura já existente nos hospitais. Por quê? Porque o hospital municipal ou estadual já tem a sua rotina de exames. Se chegasse esse volume para fazer, extraordinariamente, poderia atrapalhar o funcionamento normal do hospital. Então, duas carretas irão fazer os exames pré-operatórios”.
Para isso é recomendado que as pessoas tenham os exames anteriores em mãos na hora em que forem atendidas. O chamado exame pré-operatório, que será feito nessas duas carretas, dará mais agilidade e rapidez no atendimento, garantindo um fluxo para a realização das cirurgias.
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br