Notícia na Tela

Na USP, urinar no outro é movimento artístico da juventude, veja esta história

Por Notícia na Tela
23 de outubro de 2017 15:28 Comentários
Como você iria reagir se um ser humano mandasse a sua pessoa deitar, tirar a roupa porque iria fazer xixi em seu corpo deitado no chão?
Calma, não precisa se espantar com a linguagem aqui redigida exclusivamente para este texto. Mas antes de da seguimento no assunto, você já se questionou o qual é o conceito de arte nesta nova contemporaneidade? Quais são os ideais defendidos por estes que se dizem artistas desta presente sociedade? Como e o que eles representam em seus argumentos ou em seus traços, escritas, ou ainda, qual é a leitura que vossa majestosa mente tem feito em cada exposição que tem sido divulgada?
Bem, recentemente um corpo adulto masculino foi exposto nu, isso mesmo, pelado, a todos os gêneros e faixa etária, estamos falando a todos, ou seja, crianças puderam entrar em um local chamado de museu, e tocar, passar a mão no corpo masculino. Ali não havia problema algum porque tinha aviso e eram orientados da “tal arte” e ainda havia a companhia dos pais, claro que o lema dos organizadores que mais parecem estar sambando na cara da sociedade era “não a censura”.
Outro evento foi registrado no Museu da República em Brasília no "fotona", disse o G1, debaixo de um céu sem nuvens em uma praça ampla de cimento e concreto, havia corpos nus. Sem roupa e sem pudor, 115 homens e mulheres compuseram a cenografia da Praça do Museu da República, no coração de Brasília. confira aqui.
reprodução
E depois pai e mãe pergunta onde foi que errou na educação de seus filhos? Estão querendo tirar o processo de vivência do ser humano, apressando o que cada fase da vida representa, ou a formação do individuo, não é um processo que deve ser construído por fases?
As crianças não estão mais vivendo com tal, resta agora querer retirar o feto do ventre da mãe antes do seu tempo gestacional e justificar com a mais ricas cargas d’aguas.
Ahhh, falando em água, era do ato urinar que íamos redigir, né? Então voltemos.
Segundo uma postagem feita pelo Deputado Federal , em sua página na rede social (facebook), um grupo de pessoas os quais ele não descreve se estudantes, funcionários ou qualquer especificidade dos presentes estariam desenvolvendo um novo contexto artístico. Como é possível vê na imagem, um homem tira seu órgão genital, e faz xixi em uma mulher nua com o corpo pintado de preto, ali todos em volta apreciam com satisfação e segundo o deputado concluem o ato sob aplausos... para completar a informação o fato foi registrado na USP.
Estaríamos sendo arcaicos por não ler nenhum rabisco de ARTE neste ato de pessoas customizada pelo modismo, pelo fazer diferente, pelo provocar ibope?
O Notícia na Tela tem interesse em acompanhar seus comentários a cerca do assunto, comenta aí! 
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!