Notícia na Tela

Professores recebem diplomas sem validade após curso em Wenceslau Guimarães

Por Notícia na Tela
28 de janeiro de 2019 09:42 Comentários
Ilustrativa
Estudantes de pós-graduação em Wenceslau Guimarães foram vítimas de diplomas falsos. A denúncia foi veículada no Fantástico neste domingo (27).

Segundo o Secretário de Educação, Marcos Antônio, a universidade tinha curso de mestrado e muitos professores da rede municipal, incluindo ele, cursaram. A unidade da universidade funcionava em uma escola municipal. “Não tinha como desconfiar inicialmente”, disse o secretário em entrevista ao programa.

Segundo estudantes, o diploma emitido é da Facisco, mas não tinha validade. Essa universidade estrangeira não foi a mesma que eles se matricularam, a Fateffir.
Em nota, segundo o Fantástico, a Fateffir informou que os estudantes precisam fazer uma validação do diploma no Brasil. Uma empresa foi contratada para auxiliar nesse procedimento, mas houve problemas. Segundo a empresa, os profissionais estão a disposição dos estudantes.

Atualiza Bahia
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br