Notícia na Tela

Cliente revoltado com mal atendimento de concessionária incendeia loja inteira

Por Notícia na Tela
15 de julho de 2019 22:29 Comentários
Foto: Fabio Ishizawa/Regional Press
A Defesa Civil vistoriou nesta segunda-feira (15) o prédio da concessionária que pegou fogo na madrugada de sábado (13), em Araçatuba (SP). O incêndio destruiu 12 veículos e a polícia investiga se foi criminoso, já que cartas com ameaças foram encontradas no local.

De acordo com o órgão, esta foi a segunda vistoria feita no local, já que no sábado os engenheiros avaliaram o prédio e o interditaram.

Após vistoria, nesta segunda-feira foi liberada a parte de manutenção dos carros, que não foi tão atingida pelo fogo. Contudo, a parte da venda de carros segue interditada.

“A estrutura metálica do teto ficou danificada por causa do calor e pode sofrer um colapso, assim como algumas paredes”, afirma o engenheiro da Defesa Civil Kyoshi Nishimura.

A fabricante dos veículos enviou nota afirmando que não pode se posicionar enquanto a investigações não chegarem a uma conclusão.

Causa
A loja fica na Avenida Brasília e pegou fogo por volta das 5h. A parte atingida foi a de revenda e os bombeiros levaram cerca de duas horas para combater o fogo.

Segundo a polícia, pelo menos 10 cartas com o mesmo conteúdo foram encontradas na sala do gerente da concessionária. A sala fica na parte da empresa que não foi atingida pelo fogo, onde são feitas manutenções dos veículos.

Defesa Civil vistoria prédio de concessionária que pegou fogo em Araçatuba

O G1 teve acesso a uma foto que mostra o conteúdo da carta. A pessoa que escreve se mostra descontente com o atendimento da concessionária, especialmente do gerente, e faz ameaças.

Além de ofender o funcionário, o autor da carta diz que tentou avisar que de os atos teriam consequências.

A carta diz ainda para o gerente tratar os clientes com educação. “Saiba que você tem de tratar as pessoas, no mínimo, com educação, e nem isso sequer você sabe proporcionar.”

O autor da carta também faz ameaças a um instalador de acessórios. Ele termina pedindo desculpa para a empresa. “Meus mais sinceros votos de condolências à marca que nada tem a ver com isso.”

A Polícia Civil vai ouvir os funcionários da loja. Um laudo da perícia vai apontar a causa do incêndio.
G1
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!