Notícia na Tela

Corte de Pedra: Comunidade celebra missa de envio, mais um jovem indo para o seminário

Por Notícia na Tela
17 de setembro de 2019 23:48 Comentários
Fotos: Nayara Ferreira
Domingo, dia de celebração da Santa Missa, em especial à comunidade católica São João Batista em Corte de Pedra, fiéis celebraram no dia 15, a Missa de envio de Eugênio Prazeres Ferreira.

Neste distrito mencionado acima, desfruta da grandeza de suas vocações religiosas no cristianismo católico. Uma Freira, um Padre, dois seminaristas e mais um jovem sendo enviado para a vocação do sacerdócio, o sacramento da Ordem.
Irmã Sileusa, Padre Ednaldo Bruno, seminaristas Ângelo Moreira, Arilan Trindade que tem suas raízes em Corte de Pedra mas cresceu e teve sua vida religiosa constituída na sede do município, na agora paróquia. Porém, sempre presente na comunidade São João Batista. E desta vez os católicos enviam Eugênio Prazeres.
Em Dia 18 de Setembro, Eugênio se despede da comunidade e viaja para seu primeiro ano no seminário que será no Sul de São Paulo, Embura-, Estrada Engenheiros Marsilac. O nome do Instituto é: Instituto do Verbo Encarnado (IVE).


NT- Após a Missa de envio qual é o procedimento para o seminário?

Eugênio - Antes de tudo, até mesmo da Missa de Envio é necessário fazer uma experiência com a congregação ou com o instituto religioso que você se interessou para ver se você se identifica, se é isso mesmo que você quer. Após esta experiência, é necessário uma conversa com o pároco ou com os padres que estão acompanhando o candidato para pedir o apoio e conselho. Por fim, se o padre lhe apoiar e enxergar que você está apto para o ingresso na congregação ou no instituto, ele autoriza o candidato a ingressar e além disso, envia a   a carta de recomendação (sem a qual não é possível o ingresso na comunidade ou no instituto). A Missa de Envio é o rito onde o sacerdote profere a benção sobre o indivíduo e junto com a comunidade, o envia para onde Deus possa estar chamando o indivíduo. Então após a Missa de envio o procedimento é arrumar a bagagem e esperar a data marcada para entrada na congregação religiosa.

NT- Narre um pouco da sua caminhada até este momento que o fez decidir pela vocação sacerdotal.

Eugênio - Ao ter um encontro profundo com Jesus Cristo, minha vida mudou completamente. Antes estava morto, pois não havia encontrado a Fonte de Água Viva que eu poderia me banhar e me refrescar, ou seja, estava morto porque não havia encontrado o próprio Cristo. Porém, após este encontro que foi promovido pelo grupo de oração Abraço de Pai, encontrei a verdadeira alegria e o meu interior começou a ser preenchido. Porém, passado alguns meses me percebi chamado a algo mais profundo, mais radical. Queria desde aquele momento entrar para um convento para me doar todo Aquele que se doou completamente por mim. Porém, ainda não era chegado o momento. Até que neste ano de 2019 por misericórdia de Deus comecei a mergulhar em águas mais profundas dando este primeiro passo de entrega total ao Cristo. Acho difícil escrever ou dizer o que me fez decidir pela vocação sacerdotal, é muito mais que uma escolha pessoal. Enxergo que Deus é misericórdia e atrai os piores para estarem mais próximos dEle. Acho que foi isso que aconteceu comigo. Fui seduzido, assim como o profeta Jeremias e não consigo mais resistir ao amor de Jesus que me impele a estar com Ele, só com Ele e abandonar tudo, por mais difícil que seja. Acho que o que eu fui atraído para esta vocação e o que está me orientando é o amor, e é este amor que me faz enxergar a futilidade deste mundo. Que não adianta eu ser rico, ter poder, ter status, ser conhecido, amado (...) Tudo isso é fútil e passa rapidamente. Escolher Jesus é ter a certeza de que estou escolhendo a melhor parte e de que nunca serei decepcionado, mas sim acolhido e amado para todo o sempre. Agora só depende de mim fazer a minha parte e viver a minha vida, a minha vocação, não como os homens querem, mas sim como Deus quer. Disse o futuro sacerdote.

Notícia na Tela
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br
ANUNCIE AQUI!