Notícia na Tela

Homem decapita colega aniversariante e carrega cabeça pela rua

Por Notícia na Tela
2 de setembro de 2019 16:31 Comentários
Foto: Divulgação/PM-MG
Um homem de 23 anos, que trabalha em um matadouro, decapitou um colega de trabalho, de 45 anos, e saiu caminhando pelas ruas da cidade de Frutal, no Triângulo Mineiro, no último sábado (31), com a cabeça do degolado. De acordo com o Jornal Pontal, o assassino tentou tirar a própria vida após o crime, mas foi impedido pela polícia.

Além dos dois, mais um funcionário do Matadouro Municipal de Frutal feriu-se na ocasião, este de 30 anos. De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais encontraram o corpo de Fernando Gomes Ferreira, 45, sem a cabeça. 

Ele trabalhava como motorista do matadouro, e atuava na entrega de carnes na cidade. No local, os policiais receberam informações de que o autor do crime, Mateus Henrique Machado de Souza, 23, vigilante do matadouro, estaria nas proximidades. O homem ferido foi identificado como Israel Nascimento Borges.

Ao encontrar Mateus, os policiais viram que ele estava ensanguentado e portava, em suas mãos, a cabeça de Fernando. O suspeito apresentava alguns ferimentos e, por isso, foi levado a um hospital da região, onde foi constatada uma lesão na coluna cervical, outra nos membros superiores e mais uma no maxilar.

Israel, que também ficou ferido e foi atendido no mesmo hospital, trabalha como entregador de carnes, junto com Fernando. Ele foi socorrido por populares e teve lesão abdominal. Segundo a PM, o autor do crime foi preso em flagrante, mas não pode ser apresentado à delegacia porque foi transferido para um hospital em Uberaba, também em Minas Gerais.

Discussão
Curiosamente, momentos antes do crime os três estavam comemorando o de Fernando, o degolado. Justamente na celebração iniciou-se uma discussão, quando, de acordo com testemunhas, mateus, o degolador, foi agredido.

Após o episódio, o futuro assassino deixou o local e foi até o matadouro para trabalhar. Entretanto, Fernando e Israel foram atrás e aconteceu uma nova discussão, só que agora Mateus estava com uma faca, seu instrumento de trabalho, em mãos e com ela arrancou a cabeça de seu colega.

Testemunhas disseram que Mateus saiu com a cabeça da vítima e andou por cerca de 100 metros até a casa de um outro funcionário do matadouro, onde desferiu golpes de faca contra ele mesmo, tentando se matar, mas não teve sucesso.

NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br
ANUNCIE AQUI!
ANUNCIE AQUI!