Notícia na Tela

Brasileiro que ama uma vida praieira, adora poluir o espaço amado

Por Notícia na Tela
18 de novembro de 2019 06:15 Comentários
Foto: Agência em Pauta
Movimentos de consciência ambiental, de forma excepcional, lutam para que o cidadão eduque sua mentalidade quando visitar uma praia, bem como qualquer espaço, consequentemente. Mas estendendo sobre as praias, nos finais de semanas, feriados, festas e todos os outros momentos de movimento é comum a sujeira deixada pelos banhistas nas areias ou no entorno delas.

Em seu Instagram  o perfil “Agência em Pauta”, chama atenção para este problema ressaltando que apesar da existência de coletores para o descarte consciente as praias de Salvador acumulam grandes efeitos contraditórios  à beleza das águas azuis, como exemplo a praia de Itapuã. 

Estudos da USP (Universidade de São Paulo) mostram que 95% do lixo deixado para trás é de PLÁSTICO e ocasionam mortandade da vida marinha, visto que com a maré cheia absorve-se toda sujeira.

Em Paralelo a isto, o Nordeste e agora o Espírito Santo estão sofrendo com as consequências da poluição por manchas de óleo de origem desconhecida até o momento. Comércio e turismo nestas regiões afetadas despencaram na alta temporada.

Apesar dos esforços feitos por agentes do governo, populares que têm sido a maioria na mobilização pela limpeza das praias e manguezais a mais de 30 dias, quando vencem uma batalha surge um novo ponto, ainda assim não cessam o monitoramento das já superadas sujeiras. 

Os especialista falam em 20 anos para recuperação e para o monitoramento das pessoas que tiveram contato direto com o produto de grande concentração de poluentes. E ainda não identificaram os responsáveis pelo crime.

De acordo com uma matéria publicada no site da Rádio Bande News Fm, a Universidade Federal de Alagoas identificou o Navil responsável pelo derramamento mas afirma não ser nenhum dos cinco suspeitos, no entanto não divulgou nome nem bandeira, ainda

 Quando vamos limpar nossas areias e dá qualidade ao paraíso marítimo? Com exceção dos acidentes, todo cidadão pode e deve contribuir desde o consumo consciente quanto com suas saídas educadas. Levando o  lixo e/ou descartando apropriadamente.

Notícia na Tela/AGP

NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br
ANUNCIE AQUI!