Notícia na Tela

Valença: Professor é preso por crime de pedofilia em série

Por Notícia na Tela
20 de dezembro de 2019 22:24 Comentários
O professor Clemilson Rodrigues, demitido da prefeitura de Valença – Baixo Sul da Bahia - no último mês de agosto, foi preso pela Polícia Civil após emissão de mandado de busca e prisão emitido pelo juiz da Vara Crime, Reinaldo Peixoto, por denúncia ofertada por três promotores do Ministério Público do Estado da Bahia.

Clemilson cometeu, segundo acusação do Ministério Público, crimes de pedofilia em série quando abusou de crianças e adolescentes da zona rural do município, quando atuou como professor e diretor, antes de ser exonerado pelo prefeito Ricardo Moura (PSD).

Seus alvos eram crianças de 7 a 14 anos, que indefesas eram abusadas e ameaçadas, porém quando descobertas as práticas, Rodrigues oferecia bens materiais as famílias dos menores para manutenção do sigilo. Pais de menores envolvidos poderão ser processados e presos, caso a omissão e obstrução de investigação judicial seja constatada.

A Polícia cumpriu o mandado de prisão e encaminhou o pedófilo ao Conjunto Penal de Valença, onde o mesmo deu entrada na tarde de hoje (20), segundo informações, com pressão arterial desestabilizada e esta encarcerado na cela da enfermaria aguardando avaliação médica.

Investigação
A comissão de sindicância, instaurada pelo prefeito Ricardo Moura, entendeu como grave os registros da oitiva de testemunhas, relatando ainda que a conduta do acusado de pedofilia seria reincidente, já que em 2015 o mesmo teve afastamento de suas atividades pelo mesmo fato. “A escolha de conduta imprópria por parte de um professor de nível fundamental, sendo suas vítimas menores de idade, em situação de vulnerabilidade causa repulsa na sociedade e sentimentos primitivos naquele que tem acesso a este tipo de notícia”, consta escrito no relatório da comissão que sugeriu ao prefeito Ricardo Moura (PSD) a demissão do servidor, assinado pelos servidores Luiz Inácio, Rogério Guimarães e Fábio Santos, sendo acatado em seguida.

Vida no presídio
Clemilson será encarcerado em cela distante dos demais internos, que não aprovam crimes de pedofilia, e deverá ser levado a júri singular nos próximos meses.

O, agora, presidiário terá direito a banho de sol, cuidados médicos, 4 alimentações diárias, visitas e proteção do Estado.
Livre Notícias
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br
ANUNCIE AQUI!