Notícia na Tela

Morre Coutinho; Atleta valenciano e lenda viva do esporte

Por Notícia na Tela
23 de fevereiro de 2020 19:03 Comentários
Aos 89 anos de idade, faleceu na manhã deste domingo (23), o marinheiro, educador físico e esportista Antônio Coutinho Neves – o Coutinho, proprietário de uma das primeiras academias de educação física de Valença, no Baixo Sul da Bahia.

Segundo sua filha, Marcia Coutinho, que recebeu a equipe de Livre na casa, onde também funciona a Academia Coutinho, no bairro do Loteamento Bahia, seu pai se encontrava internado no Hospital Naval fazendo alguns exames para tratar de um carcinoma, porém na manhã do domingo de carnaval teve um infarto, sendo socorrido a Unidade de Pronto Atendimento – UPA, mas lá sendo atendido já sem vida.

Livre teve acesso exclusivo a última imagem de Coutinho, em Salvador, quando se despediu de seu filho, fantasiado como folião do Bloco As Muquiranas. Foto: Arquivo Familiar Coutinho

O velório do atleta ocorrerá no próprio endereço em que funciona sua academia nesta segunda (24), porém, o horário do cortejo para o funeral ainda esta sendo avaliado pela família, haja vista a dependência da liberação do corpo pelos órgãos responsáveis.

Amigos, fãs e familiares estão consternados com a perda do Mestre Coutinho, como era chamado, inclusive por alguns educadores físicos. Ele deixa 4 filhos, 9 netos e 5 bisnetos.

Último desejo

Coutinho em vida, pediu que em seu funeral a Zabiapunga de Cajaíba, tocasse suas rimas musicais. “Ele gostava muito do zabiapunga. Preciso fazer contato, pois os quero aqui neste momento”, disse Márcia, emocionada.

Trajetória

Em 1951 Coutinho foi campeão de halterofilismo pelo Flamengo, na cidade do Rio Janeiro, ano promissor para o atleta que recolheu diversas medalhas de evento que participou, alguns até como revelação.

Ainda no segundo semestre de 1951 foi capa da Revista do Flamengo, seguindo semanas depois para Marselha, onde obteve 4º lugar no concurso de Melhor Físico do Mundo.

Coutinho disparou sua fama novamente em 1952, 1953 e 1954, sendo tricampeão na área de Melhor Físico pelo Flamengo. E não parou em 1954, meses após a última conquista recebeu títulos de campeão de Remo, Cabo de Guerra, Luta Livre e halterofilismo pela Marinha do Brasil.

Na área da moda, em 1970 o renomeado campeão foi eleito Mister Bahia.

Um dos últimos eventos em que Coutinho teve participação especial, foi na passagem da Tocha Olímpica pelo município de Valença, quando ele foi quem acendeu a primeira tocha para passagem do fogo olímpico aos demais corredores.
Livre Notícias
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br