Notícia na Tela

Suspeito de matar motorista de app no litoral de SP é preso no sul da Bahia dirigindo carro da vítima

Por Notícia na Tela
2 de fevereiro de 2020 09:18 Comentários
Foto: PRF
Um homem suspeito de participar do latrocínio do motorista por aplicativo em Praia Grande, no litoral de São Paulo, foi preso em Itabuna, no sul da Bahia, na tarde de sexta-feira (31). Segundo informações da Polícia Rodoviária federal (PRF), o suspeito foi preso dirigindo o carro da vítima.

Em nota, a PRF informou que a ação que prendeu o suspeito foi realizada no KM-505 da BR 101. Além do homem, um mulher e duas crianças estavam no veículo.

Durante a abordagem da PRF, os policiais suspeitaram das respostas desencontradas do condutor e resolveram aprofundar às investigações.

Após consulta aos sistemas, os agentes federais descobriram que o carro possuía ocorrência de roubo, registrado na cidade de Praia Grande. O motorista não tinha habilitação e apresentou a CNH da vítima, para tentar burlar a fiscalização.

Posteriormente, o suspeito acabou confessando a prática do crime e disse que pretendia ir até o estado de Alagoas. Diante dos fatos, a ocorrência foi apresentada à autoridade de plantão da Delegacia de Polícia Civil local, para continuidade dos procedimentos legais. 

Caso
Jonas Costa foi encontrado morto dentro de casa de suposto cliente em Praia Grande. — Foto: Reprodução/Facebook
Jonas Costa foi encontrado morto dentro de casa de suposto cliente em Praia Grande. —

Jonas Costa, de 37 anos foi encontrado morto por familiares, na madrugada de sexta-feira (31), após a vítima aceitar uma corrida particular em Praia Grande, no litoral de São Paulo. O rapaz estava desaparecido desde a manhã quinta-feira (30) e foi encontrada em uma residência que pertencia ao suspeito de ter cometido o crime. O veículo da vítima foi roubado.

Motorista de aplicativo nas horas vagas, o ajudante de transporte e mudanças aceitou fazer uma corrida particular para um conhecido, por volta das 10h de quinta-feira. O suspeito foi até a casa de Jonas, no bairro Tude Bastos, e solicitou pessoalmente uma viagem até o Terminal Rodoviário de Santos.
A vítima, sem suspeitar, aceitou a viagem. O trajeto incluía, de acordo com familiares da vítima, pelo menos uma parada antes do destino final, para pegar malas do suposto cliente. As malas estariam no endereço residencial do suspeito, no bairro Vila Sônia.

Jonas não voltou da viagem. Os familiares da vítima desconfiaram da demora e, como conheciam o suposto cliente, decidiram ir até a residência dele, a fim de descobrir o que tinha acontecido. Dentro da residência, por volta de 1h30 de sexta, o irmão e o sobrinho de Jonas o encontraram morto, com golpes de faca no rosto.


O boletim de ocorrência foi registrado no DP Sede de Praia Grande como latrocínio, quando há roubo seguido de morte. A perícia foi ao local e uma investigação foi aberta para apurar as causas do crime e encontrar o autor.
G1

NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br