Notícia na Tela

Empresa ligada a Bolsonaro vendia disparos ilegais de Whatsapp

Por Notícia na Tela
11 de março de 2020 10:27 Comentários
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress
Segundo a Folha de S. Paulo, através de um site, a empresa de marketing Yacows, realizava a venda de cadastros com milhões de números de celulares vinculados a CPFs, títulos de eleitor, perfil social e econômico para enviar disparos de mensagem de WhatsApp nas campanhas eleitorais.

De acordo com a legislação eleitoral, a venda de cadastros para uso em benefício de candidatos políticos, partidos ou coligações é proibida desde 2009.

Porém, a página da plataforma Bulk Services, pertencente à Yacows, divulgava como isca para a clientela “240 milhões de linhas de celular com perfil atrelado”, “100 milhões de títulos de eleitores”, “cruzamento de dados cadastrais com eleitorais”, “campanhas segmentadas por zona eleitoral” e “Dados geo-referenciados: Por estado, cidade e bairros”.

Redação com Folha
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br