Notícia na Tela

21 anos sem o maior legislador que Presidente Tancredo Neves já conheceu, LETO

Por Notícia na Tela
18 de dezembro de 2020 19:59 Comentários
Reprodução
No dia 18 de Dezembro de 1999 o Vereador Welington Nunes dos Santos “LETO” foi covardemente assassinado no seu posto de trabalho, a antiga cesta do povo. Tudo por disputas políticas.

Leto era, na época, o mais cotado para concorrer às eleições na chapa majoritária e em detrimento de sua postura junto à população carente, seu destaque foi gigantesco e incomodou alguns oponentes. 

“Leto” que conseguiu resolver com seus contatos inúmeros processos de aposentadoria, atendimentos na saúde, era um exímio defensor do povo sem preferências partidárias. Quando se falava de Corte de Pedra o homem era de tal imponência para aquela localidade por integro amor à comunidade.

Pelo esporte foi um apaixonado e incentivador dos atletas, apoiava, patrocinava e torcia ferrenhamente pelo time de Corte de Pedra, principalmente quando disputavam campeonatos no campo onde hoje construíram o Colégio Estadual Maria Xavier. 

Lembranças de “Leto”, fã de Amado Batista, onde chegava pra tomar uma cerveja com os “amigos” tinha que tocar “o Amado”.
Com família em Corte de Pedra, Irmãos, tias e tios, esposa e filhas todas suas raízes muito bem fixadas ali ele era cirúrgico quando alguém batia à porta por necessidades, principalmente sociais. Sua relação com governo estadual era invejável.

“Leto” também era gerente da CESTA DO POVO, local onde os bandidos entraram e foram direto ao seu escritório executá-lo. Sua inimizade tinha nome cor e endereço...

Um vereador com tal LIDERANÇA jamais foi visto desde então, como pai era uma manteiga derretida, como cidadão era essencialmente presente.

Mas porquê a Câmara municipal ou nenhum vereador traz uma homenagem a este verdadeiro responsável pela libertação de Presidente Tancredo Neves?
Notícia na Tela
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br