Notícia na Tela

Considerados serviços essenciais, aeroporto e rodoviária funcionarão normalmente durante toque de recolher

Por Notícia na Tela
18 de fevereiro de 2021 14:53 Comentários
O toque de recolher, determinado pelo governador Rui Costa (PT) e publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), entra em vigor a partir desta sexta-feira, 19, e vale pelos próximos sete dias em 343 cidades da Bahia, incluindo Salvador. A medida tem como objetivo frear o avanço da Covid-19. Quem tem viagem agendada, chegando ou partindo do aeroporto da capital baiana, deve ficar atento.

Os voos permanecem inalterados durante o período do decreto, mas a Vinci Airports, concessionária que administra o terminal, orienta os passageiros que estejam com o comprovante de viagem em mãos no deslocamento para o aeroporto ou para hotel, pousada, hostel e outros meios de hospedagem.

“É importante que os passageiros estejam atentos, principalmente, ao deslocamento até o terminal nos horários de restrição, uma vez que serão permitidos transportes privados de passageiros, em táxis ou por aplicativos. Vale confirmar o voo junto à companhia aérea e manter os cartões de embarque em mãos no trajeto até o aeroporto”, diz o comunicado da Vinci. No período definido no decreto, o aeroporto tem 298 voos previstos entre 22h e 5h, com aproximadamente 36 mil passageiros sendo embarcados. Assim como o Aeroporto, o terminal rodoviário não sofrerá mudança por ser considerado serviço essencial. No caso do metrô, as viagens serão realizadas até às 22h30.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), os veículos que estiverem em deslocamento não serão abordados, apenas as pessoas que estiverem nas ruas sem justificativa dentro do horário não permitido. Segundo a SSP, o cidadão que estiver, por exemplo, na porta de casa, com um grupo de amigos, vai ser abordado pela Polícia Militar (PM) para que retorne ao interior da residência. Em caso de resistência, a PM vai conduzir à Delegacia. Elas responderão por dois crimes: desobediência e contra a saúde pública.
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br