ESTAMOS


TEMPORARIAMENTE
Em MANUTENÇÃO!

Enquanto não voltaremos ao normal você pode tá acessando nossas notícias e informações:

Notícia na Tela

Pres. Tanc. Neves: criminosos estão fazendo a festa em ações de roubos e furtos; ninguém preso

Por Notícia na Tela
24 de maio de 2021 19:17 Comentários
Uma onda de violência tem assombrado a população tancredense nos últimos tempos. A crescente tem agravante quando o crime passa a vitimar todos os níveis de agressão. A exemplo disso nesta semana foram assalto a mão armada, furto, tentativa de assalto com pedrada, vítima ferida por disparos de arma de fogo, furto de carros e motos, furto de cacau, bicicleta, celulares, bolsas e tudo isso sem uma prisão.

A mediada que a justiça e o poder público se omitem em resolver este problema a população fica encurralada aprisionada e vivendo o desespero de como poder manter a tentativa de tranquilidade. Sem incorrer pelos métodos reativos e de justiças pelas próprias mãos.

Ao longo desta semana que se encerrou no sábado foram muitas informações, muitos compartilhamento nas redes sociais de imagens pontuando veículos roubados ou furtados e pasmem, diligência policiais especificas nenhuma. Neste quesito das ações policiais pesa a baixa no efetivo, um problema de anos.

Toda via perpassando pela obrigatoriedade do governo estadual o maior investimento pela segurança pública, não isenta qualquer gestor de elaborar medidas municipais que ajudem a conter ações de criminosos. Desta forma os poderes: executivo, legislativo, judiciário, sociedade civil organizada e população tem que construir um plano conjunto. E uma responsabilidade maior sobre o executivo.

Para a população tancredense existe uma iniciativa demorada que é a implantação da Guarda Civil Municipal, mas uma medida que pode não ser para este ano, já que é preciso selecionar, capacitar e institucionalizar. Solicitar reforço da PM, sem agentes é dá murro em ponta de faca. Brigar pela CIPE, é lutar contra as estatísticas. Por fim, qual seria a alternativa?

Por muitas vezes este site chamou e continua falando da importância dos BOLETIM DE OCORRÊNCIA. Todo plano para mudança pela Secretaria de Segurança Pública do estado é feito pelos números, a ESTATÍSTICA. Sem os registros o governo entende que não há crime e por tanto não justifica o aumento de efetivo. 
A prefeitura poderia criar alguns incentivos para que a população passasse a registrar os devidos BO’s. Já que em Presidente Tancredo Neves, há uma dificuldade para esta questão e não há investigador da polícia civil, o trabalho de inteligência da PM também deve ser uma ferramenta.

Notícia na Tela
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br