ESTAMOS


TEMPORARIAMENTE
Em MANUTENÇÃO!

Enquanto não voltaremos ao normal você pode tá acessando nossas notícias e informações:

Notícia na Tela

'Botou meu filho na frente como escudo', diz mãe de criança que morreu após ser baleada em praia de Salvador

Por Notícia na Tela
9 de agosto de 2021 16:04 Comentários

Familiares da criança que morreu após ser baleada na praia de Itapuã, um dos principais bairros turísticos de Salvador, fizeram um protesto nesta segunda-feira (9), no local do crime. Eles pediram justiça para os autores dos disparos que atingiram o garoto de 8 anos.

A mãe de Ícaro, Marluce Santos, disse que o filho estava recolhendo latinhas, que seriam recicladas, junto com o irmão, de 9 anos, no momento em que foi baleado.

"O cara que era para ser atingido, não foi, botou meu filho na frente como escudo. Ele tomou dois tiros na perna e o resto dos quatro tiros quem recebeu foi meu filho", disse, emocionada.
Na ocasião, a mãe lembrou da tragédia e detalhou como o filho foi socorrido para uma unidade de saúde. "Meu amigo, que eu chamo de compadre, pegou ele nos braços e botou meu filho na viatura, mas ele chegou em São Cristóvão já sem vida", conta.

Marluce também desabafou sobre a perda do menino e disse que Ícaro era muito apegado à ela.

"Ele era meu neguinho, querido, amado, era lado a lado comigo. Não era de correria, não era de nada, não. Era um filho guerreiro. E hoje meu filho está onde? Em uma gaveta enterrado e quem fez ele morrer está longe", falou.

"Eu quero justiça pela morte do meu filho. Eu não vou desistir", diz.
Em nota, a Polícia Civil informou que recolheu, para análise, as imagens de câmeras do estacionamento de um estabelecimento próximo ao local do crime. Informou também que testemunhas estão sendo ouvidas. Até o momento, ninguém foi preso. O caso é apurado pela 12ª Delegacia Territorial, em Itapuã.

Caso
Na tarde de sexta-feira (6), uma criança e um homem de 35 anos foram baleados na praia de Itapuã, na capital baiana.

A polícia detalhou, conforme relato de testemunhas, que dois homens e uma mulher chegaram em um carro branco, na rua Aristides Milton, e atiraram na direção do alvo, um homem de 35 anos, com passagens por roubo e receptação, conforme a Polícia Civil.

No momento do ataque a praia estava cheia de banhistas. As pessoas se assustaram com a situação e correram para não serem atingidas. Cápsulas de munição calibre 9 mm foram encontradas no local.

A criança de 9 anos morreu após receber atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro São Cristóvão. Segundo a polícia, o menino não era alvo dos bandidos e catava latinhas no local, quando foi atingido pelos disparos.

Em janeiro deste ano, um outro ataque a tiros assustou banhistas, na praia de Jaguaribe, também na orla de Salvador. Na ocasião, três pessoas morreram e duas ficaram feridas após serem baleadas.
G1/BA
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br