ESTAMOS


TEMPORARIAMENTE
Em MANUTENÇÃO!

Enquanto não voltaremos ao normal você pode tá acessando nossas notícias e informações:

Notícia na Tela

EXÉRCITO ALTEROU STATUS MILITAR DE BOLSONARO PARA VIABILIZAR MATRÍCULA DA FILHA

Por Notícia na Tela
8 de novembro de 2021 10:06 Comentários
O Exército alterou o status militar do presidente Jair Bolsonaro de capitão reformado para capitão da reserva para atender o pedido de matrícula de Laura Bolsonaro no Colégio Militar de Brasília sem passar pelo processo seletivo da instituição. A informação é da Folha de S. Paulo.

Os títulos trazem uma mudança relacionada à obrigação para com o Exército. O militar da reserva pode ser convocado para missões, enquanto um militar reformado é aposentado, ou por idade ou por invalidez. A distinção também é apresentada nas folhas de remuneração dos servidores, onde o chefe do Planalto aparece como capitão reformado.

A decisão do general Paulo Sérgio Nogueira de Oliveira, comandante do Exército, que atende o pedido de Bolsonaro se baseou no artigo 92 do R-69, que estabelece que casos considerados especiais podem ser julgados pelo comandante da Força. O processo de ingresso de Laura na instituição de ensino – colocado em sigilo pelo Exército até o final do mandato do presidente –, foi deferido com base em duas portarias: uma que trata da condição de reservista do pai da aluna, além de ser o comandante supremo das Forças Armadas.

Em nota, o Exército afirmou que “foram satisfeitas as condições estabelecidas” na legislação, “considerando que o requerente é o capitão da reserva do Exército brasileiro, foi diplomado e empossado como presidente da República do Brasil, tendo fixado residência na cidade de Brasília”. Esclareceu ainda que o status de militar da reserva ou reformado em nada altera o regulamento da ingresso nas escolas militares, conforme previsto no R-69, que contém as regras do assunto.

Para ingressar na escola sem participar do processo seletivo é necessário ser dependente de militar transferido de estado, designado para missão no exterior, de aposentados por invalidez ou dependentes órfãos. Também existem sorteios feitos para vagas ociosas na escola, estes mediante inscrição prévia. As matrículas em situações excepcionais são permitidas conforme o regulamento R-69, que prevê a avaliação do comandante da força e do Departamento de Educação e Cultura do Exército (Decex).
NOTÍCIA NA TELA www.noticianatela.com.br